Educação Sustentável: saiba o que é e por que é importante

educação sustentável

A educação é a base de qualquer desenvolvimento. Quando se trata do meio ambiente não é diferente, tanto é que algumas áreas de conhecimento têm crescido e aprimorado o olhar das pessoas sobre essas questões à luz da Educação Sustentável.

Neste artigo, falaremos mais sobre a Educação Sustentável e seu impacto dentro das faculdades, bem como os seus benefícios e maneiras que o universitário pode aplicar tal aprendizado em seu cotidiano. Boa leitura!

O que é Educação Sustentável?

Muito se fala hoje sobre sustentabilidade e seu impacto no desenvolvimento. O mundo ainda não encontrou o meio termo entre o seu progresso econômico e o respeito ao meio ambiente. Afinal, consumimos mais e também geramos maior desequilíbrio na natureza, devido ao excesso de lixo e de poluição e ao uso indiscriminado dos recursos naturais disponíveis. Para que seja possível restabelecer o equilíbrio, a Educação Sustentável se faz altamente necessária.

A Educação Sustentável foca em trabalhar questões-chave sobre o desenvolvimento sustentável no aprendizado. A ideia é incentivar as mudanças comportamentais e ajudar as pessoas a compreenderem melhor o mundo em que vivem, tratando de assuntos complexos ligados à sustentabilidade, tais como consumo predatório, degradação ambiental, conflitos, violação de direitos humanos, entre outros.

Tal modelo de educação transforma estudantes em agentes de uma sociedade melhor, justamente por mostrar a correlação entre os homens e a natureza. Ou seja, ensina-os a aplicar o que é aprendido dentro do ambiente escolar no dia a dia em sociedade.

Quais são os benefícios da educação sustentável?

Os benefícios de ser exposto a uma Educação Sustentável são enormes. A começar pela formação de cidadãos mais críticos e conscientes. As pessoas que recebem esse ensino não são apenas mais atuantes, mas também mais preocupadas com o impacto que suas próprias ações causam ao meio ambiente.

Além de formar cidadãos melhores, tal modalidade educacional tem o poder de elevar o nível dos profissionais em todas as áreas do conhecimento. O aluno como agente responsável por seus atos consegue desenvolver raciocínio lógico e maior respeito em relação à natureza. Isso afeta diretamente a sua forma de atuação, ou seja, se tornam colaboradores e gestores com maior capacidade de criar soluções e trabalhar em equipe — reduzindo gastos com o uso inteligente dos recursos — além de serem mais criativos.

Sem contar que tal ensino favorece o crescimento ético, moral e intelectual, contribuindo para uma melhor formação pessoal. O que resulta, também, no advento do empreendedorismo, afinal, os estudantes estão preocupados em oferecer o seu melhor ao mundo. Ou seja, a Educação sustentável aguça a criatividade para potenciais negócios futuros.

Quais são os 3 pilares da sustentabilidade?

Para ter uma Educação Sustentável de qualidade é preciso seguir alguns princípios. Os pilares que regem a sustentabilidade permitem o conhecimento sobre um desenvolvimento responsável. Confira a seguir quais são eles e a importância da sua interação harmoniosa!

Social

O pilar social está ligado direta e indiretamente ao capital humano. Afinal, para que os bens de consumo sejam produzidos é necessário que as pessoas — do colaborador ao consumidor final — se relacionam diretamente com os produtos.

Portanto, é essencial estar em um ambiente agradável no trabalho, que favoreça a saúde e o bem-estar do profissional. Também é importante se preocupar com as pessoas ao entorno, como a comunidade local e os consumidores. Ou seja, é preciso trabalhar esse ecossistema, a fim de ofertar uma maior qualidade de vida, mas também igualdade à população, beneficiando o desenvolvimento individual e coletivo.

Econômico

O segundo pilar é o econômico. Pensemos no exemplo de uma empresa, para que ela seja economicamente sustentável, a sua capacidade de produção, distribuição e oferecimento de produtos precisa ser competitivamente justa em relação aos outros concorrentes de mercado.

Ou seja, a existência do desenvolvimento econômico não deve acontecer às custas do desequilíbrio dos aspectos que a compõem. Se a organização obtém lucratividade ao explorar seus colaboradores ou mesmo degradando o meio ambiente, o pilar economicamente sustentável é inexistente.

Ambiental

Claro, não poderia faltar o pilar ambiental, que reúne todas as condutas ligadas de maneira direta ou indireta aos impactos no meio ambiente. As ações devem estar alinhadas com práticas de reciclagem, reflorestamento, utilização de energias renováveis, reutilização de água, planejamento em curto, médio e longo prazos.

A ideia é reduzir ao máximo os impactos ambientais causados pela industrialização. Para isso, é preciso basear-se em estudos que indiquem formas diferentes de utilização dos recursos naturais e buscar as fontes renováveis.

Como as faculdades podem contribuir para a sustentabilidade?

Existem diferentes maneiras pelas quais uma faculdade pode contribuir para a sustentabilidade. Começando pela implementação de maiores áreas verdes, o que contribui para a biodiversidade no local.

Depois, ainda temos o uso de recursos de maneira sustentável. Ou seja, reutilização de água, coleta seletiva, reciclagem de resíduos gerados e uso de energia renovável para o funcionamento da instituição. A implementação de um sistema de captação de energia solar, por exemplo, pode inclusive servir em projetos de estudos dos próprios estudantes da universidade.

A área de ensino também pode — e deve — estar focada nas questões ambientais. O incentivo a pesquisas de soluções para problemas ambientais ajuda na formação de profissionais especialistas em meio ambiente. Com isso, cria-se uma dinâmica no mercado de preservação e manutenção das condições dignas para a existência da nossa e de outras espécies de seres vivos.

O uso de transportes alternativos dentro do campus também favorece a proteção ao meio ambiente. A exemplo do que algumas cidades já fazem, oferecer opções econômicas para a locomoção favorece não só a mobilidade, como também evita o uso de combustíveis poluentes.

Algumas faculdades sustentáveis nos EUA incentivam, há anos, seus alunos a seguirem boas práticas ambientais, além de investirem em pesquisa para a melhoria do desenvolvimento e para mitigar impactos ambientais. No Brasil, a Unime tem um sério compromisso social com o País, desenvolvendo atividades gratuitas à comunidade do entorno e promovendo ações educativas em defesa dos direitos humanos.

Como os alunos universitários podem ter práticas sustentáveis?

As ações sustentáveis também podem ser praticadas pelos universitários. Inclusive, nesse sentido, a Unime já trabalha projetos que incentivem seus alunos pelo exemplo, por meio de iniciativas como campanhas de Responsabilidade Social, do Pacto Universitário de Educação em Direitos Humanos e Trote Solidário.

Quer aprender algumas formas de incluir as práticas sustentáveis no seu cotidiano? Confira a seguir!

Aposte nas caronas

Adotar o modelo de transporte por carona é uma alternativa sustentável. Como em um carro comum costumam caber cinco pessoas, vale a pena reunir os amigos. Para isso, converse com seus colegas de sala ou mesmo amigos que moram próximos à sua residência para montar um cronograma de caronas. Isso diminui o número de veículos nas ruas e ajuda a emitir menos gases poluentes.

Invista em uma bicicleta

Mora perto da faculdade ou tem uma ciclovia que o leva com segurança até a instituição? Invista na bicicleta, além de ser um meio de transporte que não polui, a opção ajuda na prática de exercícios físicos, trazendo bem-estar e saúde para o seu dia a dia.

Compartilhe seus materiais

Uma alternativa positiva e que mostra a sustentabilidade na sua educação é o compartilhamento de materiais. Há diversos materiais de consulta e, até mesmo, livros que podem ser utilizados por várias pessoas do grupo. A ação evita compras desnecessárias, o que resulta em economia e no uso sustentável dos recursos.

Faça a economia de luz e água

Evite deixar aparelhos ligados enquanto não está usando, como é o caso dos computadores dos laboratórios. Além disso, use somente a quantidade necessária de água e não desperdice deixando torneiras abertas. Ademais, quando identificar algum vazamento pelo caminho, entre em contato com a administração do campus.

A Educação Sustentável é de suma importância, como vimos ao longo do artigo. Ela não é somente responsabilidade das instituições de ensino, mas também dos indivíduos que estão ligados a ela. Aliás, para os universitários que desejam se inserir no mercado, tal conhecimento representa um diferencial para a formação.

Há mais dicas sustentáveis que não foram contempladas no post? Então, deixe o seu comentário e compartilhe a sua experiência no assunto!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

cursos da unime

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content