Manter a saúde bucal em dia exige cuidados

moça sorrindo de frente a um espelho

Professora do curso de Odontologia da Unime Lauro de Freitas elenca algumas orientações

Quando foi a última vez em que você foi ao dentista? Se ficou difícil responder à pergunta, esse é um sinal de que precisa dar mais atenção. No dia 25 de outubro é comemorado o dia da saúde bucal e a data põe em cena a importância de cuidar dos dentes, gengiva, língua e companhia. Quem faz o alerta é a doutora em Odontologia e professora da Unime Lauro de Freitas, Cristal Carvalho.

“A saúde geral está diretamente relacionada com a saúde bucal. Por isso, é importante realizar a correta higienização, para reduzir a quantidade de bactérias, vírus e fungos presentes na boca, além de visitar regularmente o dentista”, afirma.

Para esclarecer dúvidas sobre esses cuidados e ajudar a incorporá-los no dia a dia, sobretudo em tempos de pandemia, a professora elenca algumas dicas. Confira:

Mantenha uma boa escovação

Os dentes devem ser escovados pelo menos 3 vezes ao dia. Segundo Cristal, a correta higienização já ajuda a evitar problemas como a cárie dentária, a halitose (mau hálito) e doenças periodontais, marcadas pela inflamação da gengiva.

Atenção à limpeza e troca da escova

Está usando a mesma escova de dentes há um ano? A professora informa que o item deve ser trocado a cada três meses. É importante também que seja feita a limpeza da escova após cada uso, principalmente para pessoas que estão se recuperando de alguma doença, testaram positivo para o novo coronavírus ou há suspeitas de terem tido a Covid.

Observe o tipo da escova

Cristal conta que a fim de manter os cuidados com a boca, é preferível aquelas escovas com a cabeça pequena. Além disso, ao contrário do que muita gente pensa, vale optar pelas que possuem cerdas macias ou extra-macias.

“Não é a ‘dureza’ da cerda da escova que trará eficiência para a escovação, mas sim a execução da técnica de forma correta”, lembra.

Use o fio dental

Se você é daqueles que sempre se esquece do fio dental, a especialista informa que esse é um grande aliado da saúde bucal e deve ser usado sempre que possível combinado à escovação. Como seu uso demanda um pouco mais de tempo, pelo menos é importante usá-lo junto com uma daquelas 3 escovações recomendadas.

“Isso porque o fio atinge espaços entre os dentes, onde a escova não alcança”, explica.

Não tenha medo de visitar o dentista

Normalmente, a frequência indicada para ir ao consultório é de uma vez ao ano.

“ Após avaliação profissional, no entanto, pode haver a necessidade de reduzir o intervalo entre as consultas”, pontua Cristal.

Com a pandemia, muitas pessoas até deixaram de ir ao dentista por medo da Covid-19. Mas a professora destaca que existe todo um protocolo de biossegurança seguido pelos profissionais para minimizar os riscos. Isso inclui desde a aferição de temperatura no consultório até uma completa investigação junto ao paciente sobre se teve contato com alguma pessoa infectada ou apresentou febre e sintomas respiratórios nos últimos 14 dias.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content