Tudo que você precisa saber sobre o Enem em Salvador

enem em salvador

Está pensando em prestar o Enem em Salvador? A preparação para o exame precisa começar quanto antes, e o primeiro passo é saber como ele funciona e quais são as particularidades para ficar atento em relação a essa região.

Pensando nisso, elaboramos este guia que traz uma série de informações relevantes para o seu planejamento de estudos. Você vai aprender sobre a prova, seus números e suas particularidades e como se preparar para ela.

Então, não perca mais tempo e aproveite a leitura!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

Quais são os números das últimas edições do Enem em Salvador?

Vamos começar falando sobre o cenário do exame na cidade de Salvador. Para tal, confira alguns números referentes aos anos anteriores.

Quantos candidatos fizeram o Enem em Salvador?

Na última edição do Enem, em 2019, mais de 5 milhões de pessoas se inscreveram em todo o país. Destas, mais de 390 mil fizeram as provas na Bahia, sendo quase 88 mil inscritos só em Salvador.

Qual a nota média de Salvador na prova do Enem?

Atualmente, não é possível obter com facilidade a nota média no Enem por cidade. Antes, o próprio Inep divulgava o ranking das escolas, de onde se extraíam os dados sobre o desempenho das cidades. Contudo, essa prática foi abolida a partir de 2018 para evitar que instituições de ensino utilizassem as informações para obter vantagem competitiva no mercado de ensino particular.

Por isso, a nota média de proficiência passou a ser divulgada apenas em nível nacional, destrinchada por área de conhecimento. Veja abaixo os resultados de 2018:

  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias: 526,9;
  • Redação: 522,8;
  • Ciências Humanas e suas Tecnologias: 569,2;
  • Matemática e suas Tecnologias: 535,5;
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias: 493,8.

Quais os benefícios de fazer o Enem?

O Enem foi criado em 1998 com a finalidade de avaliar a qualidade do ensino médio em todo o país. De lá para cá, muita coisa mudou, e ele se transformou em uma das principais portas de entrada para o ensino superior, tanto da rede pública quanto da rede privada de ensino.

Entre os benefícios que a participação no exame proporciona, listamos abaixo os mais relevantes para a sua carreira.

Acesso único a faculdades em Salvador de qualquer lugar do país

Em suas primeiras edições, o Enem era aceito como substituição ao vestibular em poucas instituições do país. A adesão ao exame se expandiu de forma rápida e, atualmente, o seu resultado é aceito em faculdades de todos os estados e até mesmo em algumas em Portugal.

Diante disso, os candidatos ganharam a oportunidade de escolher estudar onde preferir, desde que a sua pontuação esteja acima da nota de corte relacionada. Isso significa que você pode realizar a prova em uma cidade e optar por uma faculdade de outra, como Salvador. Lembrando que estão incluídas instituições públicas e privadas nessa lista.

Acesso a programas de incentivo do governo federal

Outra vantagem importante é que a nota do Enem é um dos principais requisitos para obter qualquer um dos benefícios cedidos pelo governo federal em relação ao ingresso no ensino superior.

A nota no exame é item classificatório tanto para conseguir bolsas pelo Prouni quanto para financiamentos pelo FIES. Além da comprovação de renda, o candidato não pode receber nota zero na redação e precisa apresentar um bom desempenho, já que a concorrência é bastante alta.

Acesso a bolsas de estudos e a financiamentos em instituições privadas

O resultado do Enem também é considerado um item de avaliação para a concessão de bolsas de estudos financiamentos das próprias instituições da rede privada. Cada faculdade tem a sua regra de validação, mas em geral, os critérios mais importantes são a nota obtida no exame e a análise financeira do candidato.

Com essa ajuda, o montante a ser desembolsado ao longo do curso é muito menor, podendo chegar à isenção total das mensalidades em alguns casos. Por isso, vale a pena se informar melhor sobre esses programas diretamente com cada instituição de ensino.

Quais as possibilidades de utilizar o Enem?

O Enem é um exame que mostra qual é o seu nível de proficiência em cada uma das áreas de conhecimento estudadas ao longo dos ensinos fundamental e médio. Entretanto, o resultado dele pode ser utilizado para diferentes finalidades, como descrito a seguir.

Sisu

O Sisu — Sistema de Seleção Unificado — é um programa desenvolvido pelo governo federal que centraliza a distribuição de vagas nas universidades federais de todo o país. Por meio dele, as instituições oferecem as vagas, e os candidatos escolhem até duas opções para as quais desejam concorrer.

O sistema utiliza a nota obtida no Enem como critério de seleção. Dessa forma, aqueles que obtiverem as melhores notas têm mais chances de ingressar na faculdade e no curso desejados. Ao longo do período de inscrição, as notas de corte são atualizadas, e o candidato pode alterar suas escolhas para ser mais bem-sucedido.

Prouni

O Prouni — Programa Universidade para Todos — é um programa federal de concessão de bolsas de estudos para estudantes de baixa renda em faculdades particulares. O alvo da iniciativa são pessoas com renda familiar de até três salários mínimos por pessoa. Além disso, elas devem ter concluído o ensino médio na rede pública de ensino ou usufruído de bolsa integral na rede privada.

Professores do ensino básico que desejam obter um diploma de Licenciatura também podem conseguir uma bolsa. Nesses casos, não é necessário fazer a comprovação de renda.

FIES

O FIES é um programa de financiamento estudantil do governo federal que oferece duas modalidades de benefícios aos candidatos. Acompanhe os detalhes.

Novo FIES

O novo FIES é a modalidade oferecida para as pessoas com renda familiar de até três salários mínimos por pessoa. Nela, os beneficiários podem financiar os custos da mensalidade sem juros, na Caixa Econômica Federal. O pagamento é planejado de acordo com as condições financeiras do aluno após a conclusão do curso.

P-FIES

O P-FIES é uma nova modalidade criada para atender os candidatos com renda familiar de até cinco salários mínimos por pessoa. Nela, a negociação é realizada com bancos privados, que oferecem juros mais baixos que em outras modalidades de crédito. O aluno também pode começar a pagar após formado em condições que condigam com sua realidade financeira da época.

Faculdade particular

A nota do Enem é aceita por centenas de faculdades particulares no país como critério de seleção. Em alguns casos, é preciso fazer uma prova específica da instituição; em outros, as áreas de conhecimento têm pesos diferenciados conforme o curso escolhido.

De qualquer forma, é uma facilidade a mais, já que não é necessário passar por um vestibular à parte. Além de poupar o estresse, também há economia com os valores de inscrições e com o tempo de preparação e de realização da prova.

Bolsa Privada

Se você não tem condições de arcar com os custos de uma faculdade particular, sua nota no Enem pode ser usada para conseguir uma bolsa de estudos junto à instituição. Diferentemente do Prouni, essas bolsas são oferecidas pela própria faculdade. Por isso, não existe uma regra única, cada uma impõe suas regras em relação à comprovação de renda e aos critérios de seleção. Aqui na Unime, você conta com programas como o Bolsa Incentivo.

A dica é pesquisar bastante e ter uma conversa mais aprofundada com aquelas que mais interessarem. Lembre-se de perguntar sobre as exigências a serem cumpridas, as formas de pagamento e o quanto precisará ser desembolsado durante o tempo em que estiver estudando. Considere cada detalhe para tomar a decisão mais adequada à sua realidade.

Como é a estrutura da prova do Enem?

O Enem em Salvador e em todo o Brasil é realizado em dois domingos consecutivos e, em 2019, teve a duração de cinco horas e meia no primeiro dia e de cinco horas no segundo, com as áreas de conhecimento distribuídas da seguinte forma:

  • provas do primeiro dia: linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e ciências humanas e suas tecnologias;
  • provas do segundo dia: ciências da natureza e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias.

O que cai no Enem?

O Enem é um exame composto por quatro provas objetivas com 45 questões cada e uma redação. Em cada uma das provas, são exigidos do candidato conhecimentos específicos relacionados aos conteúdos do ensino médio em suas diferentes disciplinas. Veja os detalhes abaixo.

Linguagens, códigos e suas tecnologias

A prova de linguagens, códigos e suas tecnologias envolve tópicos da língua portuguesa, artes, literatura, língua estrangeira, educação física e tecnologias da informação e da comunicação.

Para as questões de língua estrangeira, o candidato precisa optar entre o espanhol e o inglês no momento da inscrição. Essa opção não pode ser alterada; portanto, pense bem antes de decidir e escolha a língua estrangeira que for mais fácil para você.

Entre os assuntos cobrados, estão:

  • literatura brasileira e estrangeira: movimentos literários, clássicos da literatura brasileira, literatura contemporânea e afins;
  • gramática: morfologia, semântica, funções da linguagem, norma culta e coloquialismo, figuras de linguagem;
  • interpretação de texto: compreensão de texto, tanto na língua portuguesa quanto na estrangeira escolhida, gêneros textuais etc.

Redação

O tema da redação só é descoberto no momento da prova. Por isso, é fundamental se preparar para construir um texto de qualidade independentemente do assunto. Em todas as edições realizadas até o momento, o tema estava relacionado a um assunto em voga ao longo do ano; então, a dica é ficar atento ao noticiário.

Sobre a parte técnica, é importante ressaltar alguns pontos que farão a diferença na nota final:

  • mantenha-se no tema, a fuga dele pode culminar em uma nota zero;
  • inicie o texto apresentando a sua tese;
  • construa uma argumentação sólida;
  • evite frases muito longas, seja mais direto;
  • cuide da ortografia, da acentuação e da pontuação;
  • utilize o espaço de rascunho para escrever a primeira versão e releia-a antes de passar a versão final para a folha de resposta.

Ciências humanas e suas tecnologias

Nessa prova, o conteúdo cobrado está relacionado às disciplinas de história, geografia, sociologia e filosofia. As questões dessa prova costumam ter um perfil multidisciplinar, ou seja, são pensadas para que o estudante tenha que fazer conexões entre conteúdos de diversas áreas para chegar à resposta certa.

Para se preparar bem, a melhor forma é mergulhar fundo nessas disciplinas. Alguns assuntos que não podem ser deixados de fora são:

  • história do Brasil, desde os conflitos entre colonizadores e indígenas, os diferentes regimes políticos e as lutas étnicas e sociais;
  • história geral, englobando civilizações antigas, as grandes guerras, conflitos e assuntos de pautas atuais, presentes em jornais e em revistas de grande circulação;
  • meio ambiente, no que diz respeito às questões sociais envolvidas, como a divisão de terras, o agronegócio e o desmatamento.

Ciências da natureza e suas tecnologias

A prova de ciências da natureza abrange as matérias de biologia, química e física. Portanto, é preciso estudar bastante cada uma delas e como tais disciplinas se relacionam, já que algumas questões podem trazer elementos de mais de uma disciplina na composição da resposta correta.

Entre os conteúdos a serem estudados, não deixe de incluir:

  • eletricidade e circuitos elétricos;
  • tabela periódica e propriedades dos elementos;
  • funcionamento do corpo humano, citologia, genética, reprodução e evolução;
  • ecologia, reaproveitamento de materiais, recursos energéticos e minerais.

Matemática e suas tecnologias

A prova de matemática do Enem é considerada uma das mais desafiadoras do exame. Ela é a única que traz 45 questões de apenas uma disciplina. Por essa razão, merece um cuidado especial na preparação.

Os conhecimentos cobrados na prova passam por todo o conteúdo estudado ao longo do ensino fundamental e médio, desde coisas básicas, como operações com números, até as mais complexas como logaritmo, probabilidade e juros.

Assim como acontece nas demais, as questões de matemática não se restringem aos conhecimentos técnicos de cada assunto, mas também englobam a sua aplicabilidade. Dessa forma, é preciso se habituar à interpretação de texto para encontrar o tipo de cálculo a ser executado a fim de chegar à resposta correta.

Como se preparar para a prova?

O Enem é um exame bastante rigoroso, que cobra uma lógica no raciocínio além dos conhecimentos técnicos de cada disciplina. A preparação é chave para obter um bom resultado e, logo abaixo, listamos algumas dicas para você otimizar seus estudos.

Comece os estudos quanto antes

As provas do Enem ocorrem no final do ano, geralmente no mês de novembro. Mas isso não é motivo para pensar que falta muito tempo até lá. Basta se lembrar da quantidade de conteúdo que é cobrado para saber que o melhor é começar quanto antes. Isso permite que a distribuição das matérias a serem estudadas seja feita de forma mais efetiva.

Outra vantagem é que a preparação é feita de maneira mais tranquila, sem desesperos. As disciplinas mais difíceis podem ser revistas mais vezes, e há espaço para realizar mais resumos, revisões e simulados. Tudo isso melhora consideravelmente o desempenho no exame.

Elabore um plano de estudos

Ter bastante tempo para estudar é ótimo, mas sem um planejamento, acaba se tornando mais tempo desperdiçado. A elaboração de um plano ajuda a organizar melhor os estudos e fazer com eles sejam mais efetivos. O ideal é fazer um planejamento no início da preparação e, ao longo dos meses, atualizá-lo para atender a novas demandas.

Também é importante dedicar mais tempo às disciplinas mais difíceis, para que elas sejam melhor absorvidas e, assim, o candidato ganhe mais confiança. Apenas tome cuidado para não menosprezar as mais fáceis. Por mais simples que elas sejam para você, precisam ser revistas para não se tornarem o seu calcanhar de Aquiles.

O site Trilha do Enem pode ser o seu grande aliado nessa preparação. Nele, você tem acesso a bastante conteúdo de qualidade entre videoaulas e exercícios, além de receber um plano de estudos personalizado, tudo isso gratuitamente.

Mantenha o foco e a determinação

Foco é algo que nem todas as pessoas têm a facilidade de manter. Contudo, se o seu objetivo é ter uma nota acima da média nacional no Enem, ele se torna indispensável.

Se você é uma dessas pessoas que não consegue ficar por muito tempo em uma coisa, uma boa dica é estabelecer pequenos objetivos a serem cumpridos ao longo do dia. Assim o esforço parece menor e fica mais fácil de cumprir com as metas maiores.

Faça simulados ao longo da preparação

Os estudos e os exercícios são importantes e formam a base da sua preparação. Entretanto, é por meio dos simulados você consegue testar se os conteúdos estão sendo realmente absorvidos. Se você frequenta um curso preparatório, eles costumam estar incluídos na programação anual.

Para os estudantes independentes, existem alternativas que permitem o acesso a diferentes simulados ao longo do ano. Uma delas é pagar apenas pela participação nos simulados dos cursinhos. A maioria deles oferece esse tipo de serviço, e você decide em quantos deles pretende participar.

A outra opção é buscar por simulados gratuitos na internet. No site Trilha do Enem, além de todas as vantagens que citamos, você também tem acesso a simulados gratuitos, que podem ser incluídos em momentos específicos da sua preparação para o exame.

Cuide da saúde do corpo e da mente

Estudar é o ponto central da preparação, mas a saúde do corpo e da mente influenciam diretamente na qualidade dos estudos. O cérebro precisa de algumas substâncias específicas para absorver melhor o conteúdo, e elas são adquiridas por meio de hábitos saudáveis.

Por isso, é fundamental ter uma alimentação equilibrada, com bastantes frutas e legumes e sem grandes exageros em gorduras e em açúcares. O corpo precisa ser abastecido de nutrientes, como vitaminas e sais minerais, além de bastante água para se manter hidratado.

A prática de exercícios físicos proporciona diversos benefícios para o metabolismo e para a mente. Ela libera hormônios como adrenalina e noradrenalina, que proporcionam mais disposição para realizar as tarefas, e serotonina, que ajuda na sensação de bem-estar e de bom humor.

Mais um detalhe bastante importante é ter um tempo de descanso tanto para a mente quanto para o corpo. No caso da mente, exercícios de meditação e mindfulness contribuem para deixar os pensamentos organizados e evita a ocorrência de sintomas da ansiedade e do estresse. Para o corpo, é preciso fazer pausas ao longo do dia e alguns exercícios de alongamento.

Tenha noites de sono de qualidade

O sono de qualidade também é essencial para a fixação do aprendizado, já que ele precisa atingir a fase REM para tal. Antes disso, o sono passa por outras três etapas, que são mais leves. Sempre que a pessoa é acordada, ela retorna à fase inicial e leva um certo tempo até atingir o estágio mais profundo.

O recomendado é dormir cerca de 8 horas sem interrupções para que corpo e mente descansem adequadamente. Alguns fatores interferem de forma considerável nas condições ideais para ter uma boa noite de relaxamento, confira:

  • comece a preparação com cerca de 1 hora de antecedência;
  • desligue-se de dispositivos eletrônicos;
  • mantenha o quarto escuro;
  • não vá para a cama muito tarde;
  • faça alimentações mais leves no período da noite.

Como conferir o gabarito e a nota?

Como vimos, a prova do Enem é dividida em duas partes: questões objetivas e redação. Os gabaritos e os resultados são dados em separado, como explicamos melhor a seguir.

Questões objetivas

O gabarito oficial das provas objetivas é divulgado na semana seguinte ao segundo dia de aplicação. Para fazer a conferência, é necessário ter em mãos o rascunho das suas marcações, que pode ser o próprio caderno de questões. Vale lembrar que ele só pode ser levado a partir de um certo tempo de prova decorrido.

Redação

A nota da redação só é divulgada em janeiro, junto à nota das provas objetivas. Para entender a nota atribuída, é preciso aguardar pela divulgação do espelho da redação, que é a versão digitalizada da folha entregue pelo candidato no dia do exame. Ela acontece cerca de 60 dias mais tarde.

Enfim, se você pretende participar do próximo Enem em Salvador, a hora de começar a preparação é agora! Com base em todas as informações deste guia, você será capaz de montar um planejamento eficiente, que ajudará na realização do seu sonho profissional.

Gostou do artigo? Se ele foi útil para você, também pode ser para outras pessoas. Ajude a fazer com que ele chegue a mais estudantes: compartilhe-o em suas redes sociais!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

banner calculadora de desconto na unime

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content