Entenda como está o mercado de Jornalismo na Bahia

estudante do mercado de jornalismo na bahia

O trabalho do jornalista consiste em produzir artigos para serem publicados em canais de comunicação — como jornais, revistas, redes sociais, televisão, entre outros.

Além de redigir notícias, o profissional da área também pode trabalhar com pautas, edição, fotografia, planejamento estratégico, entrevista e cobertura de eventos. Por ter um campo muito amplo, as pessoas que decidem se graduar em Jornalismo têm diversas oportunidades de especialização.

A seguir, vamos mostrar como está o mercado de Jornalismo na Bahia e quais são as áreas que mais têm atraído os profissionais:

  • jornalismo esportivo;
  • comunicação digital;
  • comunicação institucional;
  • produção;
  • fotojornalismo.

Leia os detalhes a seguir e tire todas as suas dúvidas!

Por dentro do mercado de Jornalismo na Bahia

O mercado de Jornalismo passa por diversas mudanças internas. As pessoas não consomem jornais e revistas impressas como antes, o que faz muitos pensarem que o segmento está em decadência. A verdade é que, apesar de a área enfrentar essa dificuldade — já que os leitores têm optado por ler notícias online, o que, geralmente, é gratuito —, diversas outras oportunidades têm sido criadas por causa da internet.

Ao contrário do que muitos pensam, o jornalista não trabalha somente com redação clássica, reportagem e edição: ele pode criar conteúdo por meio de vídeos, de imagens, de projetos independentes, de blogposts, entre outros. Tudo o que importa é a transmissão séria de informações.

Segundo dados recentes do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Bahia (Sinjorba), o piso salarial do jornalista é de R$ 3.441,83 com a jornada mínima de 5 horas diárias. O valor pode variar dependendo da especialização e do nível de experiência.

Importância da graduação

Atualmente, o diploma de jornalista não é mais necessário para se tornar um profissional. No entanto, ele ainda é um diferencial para a maioria das empresas que querem contratar profissionais com conhecimento técnico. Em comparação com outras cidades do estado, a maioria das pessoas escolhe fazer faculdade em Salvador graças ao excelente custo-benefício, que une menor custo de vida ao acesso a pontos turísticos importantes em todo o país.

Nesse sentido, é essencial investir em estágios desde o início da graduação de Jornalismo. Aqui na Unime, você pode procurar oportunidades no Canal Conecta, um portal exclusivo para os nossos alunos, que oferece diversas vagas de estágio e emprego de acordo com seu perfil profissional.

No geral, o mercado de Jornalismo apresenta diversas oportunidades para as pessoas que querem explorar as várias especialidades e aproveitar a tendência do mundo digital. No próximo tópico, falaremos mais sobre as especializações em alta da área.

Quais são as principais oportunidades da área?

Agora que você já entende qual é o panorama do mercado de Jornalismo na Bahia, vamos conferir quais são os principais focos da área atualmente. A boa notícia é que, por ser uma das profissões mais tradicionais do mundo, o segmento tem oportunidades para todos os gostos. Veja a seguir.

Jornalismo Esportivo

Como o nome sugere, o Jornalismo Esportivo é uma especialidade focada nos esportes. Aqui, o profissional tem a chance de ser repórter e cobrir vários jogos pelo mundo, além de também servir como assessor de atletas e de times.

Apesar de essa área já ser bastante conhecida, ela tem ganhado força nos últimos anos devido à maior necessidade de jornalistas esportivos em canais digitais, portais, sites, jogos eletrônicos, entre outros.

Vale destacar que, para se tornar um bom profissional dessa área, é fundamental ter bastante conhecimento sobre os principais esportes e suas regras. Além disso, também é importante manter-se atualizado para entender quais são os futuros campeonatos regionais de Salvador e do estado da Bahia.

Comunicação digital

Comunicação digital é uma das áreas que mais têm atraído pessoas na atualidade. Trabalhando em conjunto com a equipe de Publicidade e Propaganda, os jornalistas são responsáveis pela criação do planejamento estratégico e pela produção de materiais relevantes ao público-alvo na internet.

O profissional dessa área faz uso constante das mídias sociais e do Marketing Digital — focando no marketing de conteúdo, que utiliza técnicas específicas para atrair seus leitores.

O conteúdo produzido é publicado em blogs, sites, portais e redes sociais. Sendo assim, precisa ter uma linguagem adequada ao público. Mídias sociais, por exemplo, são focados em um grupo mais jovem; então, os textos devem ser mais informais e descontraídos.

É cada vez mais fácil encontrar profissionais multitarefas nessa área. São repórteres que produzem conteúdo por meio de textos, fotos, filmagens, entre outros.

Por ser um campo focado no ambiente digital, dominar tecnologias é um dos principais diferenciais para crescer na área.

Comunicação institucional

A comunicação institucional é uma área do Jornalismo focada na comunicação empresarial, tanto interna, atingindo os colaboradores e os gestores, como externa, relacionada a investidores, fornecedores, parceiros etc. Os profissionais que optam por esse setor trabalham lado a lado com a equipe de relações públicas.

O jornalista desse setor tem a função de elaborar todo material de comunicação, com o objetivo de construir uma marca forte para a organização. A redação de textos de e-mail marketing, revistas, folders e blogposts são alguns exemplos de tarefas feitas pelo profissional.

Produção

A produção é uma das áreas do Jornalismo que mais vêm ganhando destaque por causa da internet. O profissional desse setor costuma trabalhar na televisão ou em programas de rádio, propondo pautas, criando personagens e situações, buscando informações etc.

Atualmente, várias pessoas da produção têm buscado o Jornalismo independente por meio de plataformas como YouTube e Instagram.

Para se dar bem nessa profissão, é preciso estar atento às principais tendências do mundo do entretenimento, bem como aos acontecimentos gerais em escala nacional e internacional. A produção também exige um grande conhecimento do público-alvo.

Fotojornalismo

O fotojornalismo é feito para pessoas apaixonadas por fotografia e com o talento de registrar momentos únicos. Essa área tem como objetivo a transmissão de informações por meio de imagens. Sendo assim, o jornalista com especialidade em fotografia é responsável por registrar fatos cotidianos, eventos esportivos, personalidades conhecidas, entre outros. Suas imagens vão servir de ilustrações em revistas, jornais e livros.

Hoje em dia, o profissional já consegue encontrar várias oportunidades na internet, principalmente atuando como freelancer.

Apesar de as pessoas consumirem menos materiais físicos, como revistas e jornais, o Jornalismo na Bahia está com o mercado em expansão. O campo tem oportunidades em todos os níveis, principalmente para pessoas que querem trabalhar no meio online.

Porém, ter um diploma de Jornalismo é essencial para obter melhores vagas e remunerações. A Unime tem um dos melhores cursos de Jornalismo do estado da Bahia, desenvolvendo profissionais com análise crítica, além de auxiliar o domínio das práticas eletrônicas indispensáveis à profissão.

Gostou de conhecer o mercado do Jornalismo na Bahia? Não perca a oportunidade! Inscreva-se na Unime e aproveite a experiência de um curso de qualidade.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

cursos da unime

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.