Um panorama sobre os concursos e as oportunidades na Bahia

mulher comemorando concurso público na bahia

Integrar o quadro de funcionários públicos faz parte dos seus planos para esse ou para os próximos anos? Pois saiba que essa pode ser uma excelente oportunidade profissional e uma possibilidade muito atrativa de carreira, especialmente para quem deseja prestar concurso na Bahia.

Isso porque o estado conta com algumas das melhores vagas disponíveis no funcionalismo público, como Analista do Banco Central (Bacen), Técnico e Analista da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Escriturário do Banco do Brasil (BB), entre outras.

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo com uma série de informações relevantes para o sucesso dessa jornada. Por esse motivo, neste post, vamos discorrer sobre:

  • o concurso público no estado da Bahia;
  • as oportunidades de concurso em diferentes áreas;
  • possibilidades de carreira no setor público;
  • como se preparar para os concursos.

Gostou e quer saber mais sobre o assunto? Então, pegue papel e caneta, acomode-se em um local calmo e confortável e aproveite a leitura!

O concurso público no estado da Bahia

Prestar concurso na Bahia pode ser de fato muito vantajoso. Com remunerações e benefícios atrativos aos candidatos e que contemplam todas as esferas governamentais, é possível conquistar estabilidade e satisfação na carreira, seja qual for sua área de atuação.

Vale ressaltar que quanto maiores o salário e os benefícios oferecidos em um cargo, maiores serão, também, as exigências para sua investidura. Mas isso não precisa ser um problema!

Concursos como os do Bacen ou do Banco do Brasil têm comumente a maior parte das vagas destinadas aos candidatos com curso superior. Sabendo disso, o primeiro passo é saber quais os cargos disponíveis a cada nova abertura de edital, bem como a graduação necessária para cada um deles.

Com essas informações em mente, o candidato pode iniciar sua preparação com a escolha de uma graduação que esteja em acordo com seus objetivos profissionais ligados à carreira pública. Outra possibilidade é investir em um curso que seja amplamente aceito pelo mercado de trabalho na Bahia e abra portas também na iniciativa privada, enquanto a aprovação não chega.

No entanto, é preciso começar a preparar-se quanto antes, e o primeiro passo é ter uma visão ampla da situação dos concursos públicos na Bahia, das oportunidades em diferentes áreas — Exatas, Humanas e Biológicas — e, principalmente, do que fazer para se preparar da melhor forma. Confira!

As oportunidades de concurso em diferentes áreas

Apesar de certa instabilidade vivenciada na economia brasileira, o mercado de trabalho na Bahia foi o que mais gerou oportunidades de emprego. Só em 2019 foram 28 mil novos postos criados. Os setores mais beneficiados foram serviços, construção civil e administração pública.

A administração pública envolve, de modo geral, atividades administrativas relacionadas ao governo, seja de forma direta, seja de forma indireta, seja de forma mista. Com essa área em constante crescimento, podemos concluir que as oportunidades de emprego no Nordeste podem ser estendidas aos concursos públicos.

Sendo assim, esse pode ser um bom momento para intensificar os estudos em busca de um cargo público. Para ratificar essa ideia, vamos apresentar algumas oportunidades de concurso com editais previstos, autorizados ou abertos. Olha só!

Analista do Banco Central (Bacen)

Os editais referentes ao Banco Central são um dos mais aguardados. Eles poderão oferecer mais de 230 oportunidades para os cargos de analista e procurador, ambos com exigência de nível superior e salários iniciais de R$ 6.463,44 até R$ 17.788,33*.

Técnico e Analista da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT)

Já a ANTT solicitou o preenchimento de 394 vagas em seu quadro de pessoal, com oportunidades para técnico administrativo (ensino médio), especialista e analista (ambos pedem ensino superior).

Os salários vigentes para cada cargo são de R$ 7.474,67 para técnico administrativo, R$ 7.846,37* para técnico em regulação, R$ 14.265,57 para analista e R$ 15.516,12* para especialista.

Escriturário do Banco do Brasil (BB)

Com exigência de ensino médio e remuneração inicial de R$ 4.036,50*, o Banco do Brasil pode disponibilizar em breve oportunidades para o cargo de escriturário. Vale ressaltar que alguns concursos de nível médio podem ser uma porta de entrada para vagas internas ainda melhores. Nesse caso, boa parte delas pode exigir uma graduação.

Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP)

Com o prazo de validade do último concurso encerrado, cresce a expectativa para a realização de um novo certame.

Isso porque as oportunidades para o CNMP são bem atrativas, tanto para técnico, com exigência de nível médio, quanto para analista, para os candidatos com nível superior. As remunerações iniciais dos cargos são, respectivamente, de R$ 7.080,21 e R$ 12.455,30*.

Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)

Editais do Instituto Nacional do Seguro Social, também conhecido por INSS, são sempre muito aguardados pelos “concurseiros” de plantão. A solicitação de 7.888 vagas já foi encaminhada ao Ministério da Economia e aguarda liberação.

Parte das vagas são destinadas aos candidatos com ensino médio completo e outra para os graduados. As remunerações iniciais vão de R$ 5.344,87 até R$ 8.988,41*, contado o benefício alimentação.

Receita Federal do Brasil (RFB)

Com vagas exclusivas para candidatos com curso superior completo, as vagas de analista e auditor fiscal têm remunerações iniciais que vão de R$ 9.714,42 até R$ 21.029,29*. O pedido de autorização já foi encaminhado para o Ministério da Economia e, se aprovado, o concurso poderá oferecer 5.000 vagas.

Informação importante! Os concursos citados até o momento abrangem todo o Brasil e têm suas oportunidades distribuídas regionalmente, inclusive no Nordeste. No entanto, seria bom entender um pouco mais sobre os concursos nas prefeituras, como os que serão apresentados a seguir. Acompanhe!

Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia (SEFAZ – BA)

Já autorizado pelo governador Rui Costa, o concurso da Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia (SEFAZ), conta com 20 vagas de agente de tributos, e o edital deve ser liberado em breve. A remuneração inicial é de R$ 13.400,00*.

Corpo de Bombeiros (BA)

Com oferta de 500 vagas e remuneração inicial de R$ 1.618,46*, para concorrer ao cargo de soldado do Corpo de Bombeiros, é necessário ter:

  • ensino médio;
  • idade de 18 a 30 anos;
  • altura mínima de 1,60 m para homens e 1,55 m para mulheres;
  • carteira de habilitação “B”.

Prefeitura de Paulo Afonso (BA)

Os editais para o concurso da Prefeitura de Paulo Afonso oferecem remuneração inicial que varia de R$ 1.100,00 a R$ 5.000,00*. Eles trazem 452 vagas distribuídas entre cargos de níveis médio, técnico e superior nas mais diversas áreas de atuação, entre elas: judiciária, administrativa, saúde, operacional, fiscal, auditoria e tributária.

O destaque vai para a área da Saúde, com mais de 225 vagas entre os cargos de enfermeiro, técnico de enfermagem, nutricionista, médicos, entre outros.

Prefeitura de Santa Rita de Cássia (BA)

Ainda na Bahia, mais especificamente na Prefeitura de Santa Rita de Cássia, a oferta é de 70 vagas — mais cadastro de reserva — para as áreas: administrativa, de saúde, educacional, operacional e de segurança pública.

Os principais cargos ofertados são para: professor, médico e guarda municipal. Nesse caso, o destaque vai para a educação, com cerca de 46 vagas. Os salários vão de R$ 1.088,61 até R$ 5.609,94*.

De modo geral, a não ser nos casos especificados em edital, grande parte dos concursos com exigência de nível superior não faz distinção entre as graduações em diferentes áreas. Isso quer dizer que, independentemente da faculdade escolhida, o que vale é a comprovação de que ela foi finalizada.

Apesar disso, algumas oportunidades podem exigir que o profissional seja especialista — como no caso dos últimos dois concursos apresentados. Para entender melhor esse assunto, vamos falar, no próximo tópico, sobre algumas possibilidades de carreira no setor público, bem como quais as mais promissoras.

Possibilidades de carreira no setor público

O concurso da Prefeitura de Santa Rita de Cássia ofereceu em seu edital um número considerável de vagas para a educação, mas não é a única cidade com oportunidades para professores formados. Aliás, essa é uma das carreiras que sempre aparece entre as oportunidades de concurso na Bahia.

Sendo assim, podemos concluir que a faculdade de Pedagogia é uma das opções que permite grande flexibilidade profissional, não só por ser uma base para muitas profissões, como também pela quantidade de vagas disponibilizadas em concursos na área da educação nas mais diversas prefeituras e estados do país.

Outras carreiras com muitas oportunidades são as da área médica — especialmente no Nordeste, onde a falta de médicos é um dos principais problemas do Sistema Único de Saúde (SUS). Além disso, os poucos profissionais atuantes estão mal distribuídos geograficamente. As regiões interioranas são as que mais sofrem com a carência de médicos e demais profissionais da área, como enfermeiros.

Esse cenário ainda tem um agravante: grande parte dos profissionais contratados não têm condições de exercer o cargo. Isso demonstra a importância de escolher uma faculdade de excelência no ensino e na preparação de seus alunos para o mercado de trabalho.

Em relação aos concursos, muitas oportunidades são destinadas a preencher essas lacunas na saúde pública no Nordeste. Prova disso é o número expressivo de vagas disponibilizadas em apenas um edital. Foram mais de 225 vagas para a saúde e, dessas, 30 eram destinadas aos enfermeiros e 54 para médicos.

Para ocupar uma dessas vagas, é fundamental cursar Enfermagem ou Medicina a depender do cargo escolhido. Aqui na Unime, os alunos contam com uma infraestrutura completa com laboratórios de simulação e parceria com diversas clínicas e hospitais — o que, como pudemos observar ao longo do texto, é imprescindível.

Ainda entre os cursos de nível superior, mas agora com foco na formação de profissionais mais generalistas para a ocupação de cargos públicos, podemos incluir:

Independentemente do curso escolhido, as oportunidades são inúmeras e estão disponíveis para profissionais bem qualificados e dispostos a investir cada vez mais em sua educação.

Como se preparar para os concursos

Embora todas essas oportunidades sejam de fato muito atrativas, conquistar uma dessas vagas é um verdadeiro desafio. Afinal, a relação candidato por vaga costuma ter números elevados, e o grau de dificuldade dos certames exige preparação acima da média.

Apesar disso, podemos enxergar esse cenário por outro ângulo. Estudantes dedicados e que trabalham em prol dos seus sonhos saem na frente e têm muito mais chance de alcançar seus objetivos.

Aqui na Unime, um de nossos principais diferenciais é justamente o apoio personalizado ao aluno em cada fase de sua formação acadêmica. Com professores altamente qualificados e acessos exclusivos, como o Canal Conecta, plataforma com diversas vagas de emprego e de estágio, o estudante constrói, desde o início, a base necessária para uma carreira de sucesso, inclusive no setor público.

E para ajudar ainda mais, selecionamos algumas dicas essenciais para candidatos realmente dispostos a conquistar uma vaga em concurso na Bahia. Veja só!

Escolher uma área

Ainda que essa não seja uma obrigação, pode ser interessante escolher uma, ou o menor número possível de áreas nas quais investir suas energias. Isso porque manter o foco em apenas uma direção acelera os resultados.

Isso porque um candidato que não sabe o que quer, ou que, na dúvida, prefere apostar em todas as oportunidades, pode demorar mais para ser aprovado. Outra possibilidade é ser aprovado em uma vaga menos concorrida, mas com menos benefícios.

Ficar de olho nas vagas

Vamos partir do pressuposto que o candidato seguiu nossa primeira dica e escolheu uma entre as principais áreas possíveis em concursos públicos: educacional, bancária, policial, fiscal ou tribunais.

Sendo assim, o próximo passo é ficar de olho nas vagas relacionadas a essa área específica. Isso pode ser feito com o acompanhamento das notícias relacionadas a concursos, em sites especializados ou governamentais, como os que inserimos neste conteúdo.

Ler o edital

Mesmo dentro de uma área específica, vão existir empresas ou vagas mais atrativas para cada candidato. A boa notícia é que os concursos costumam acontecer em ciclos. Alguns deles, especialmente os de tribunais, têm novos editais a cada 4 ou 5 anos, podendo sofrer variações para mais ou para menos.

Dessa forma, fica mais fácil identificar os requisitos para as vagas, bem como o conteúdo programático de cada uma das provas. Como esse conteúdo não costuma sofrer muitas variações de um edital para o outro, fica muito mais fácil se preparar.

Entender a banca organizadora

O mesmo acontece com a banca organizadora que, de modo geral, é a responsável pela elaboração e pela aplicação das provas. É importante entender como as bancas funcionam para ter mais clareza sobre sua abordagem e até a tendência de um certo conteúdo ser cobrado na prova.

Essa é uma estratégia muito eficaz para o estudante em fase de preparação, por permitir certa previsibilidade nos estudos e no dia da prova.

Outro fator a ser levado em consideração é que as organizações costumam manter as bancas, salvo algumas exceções. Sendo assim, entender, mesmo que superficialmente, as principais bancas ajuda bastante na preparação.

Criar metas e objetivos

Com as informações anteriores em mente, chega o momento de estruturar essas ideias. Para isso, criar metas e objetivos concretos e possíveis de serem alcançados é fundamental para o sucesso das próximas etapas.

Uma estratégia muito utilizada em diversos segmentos — inclusive nos estudos — é a criação de metas SMART. Cada letra representa um fundamento necessário para criar boas metas. Assim:

  • specific (específico): qual o objetivo da meta?
  • measurable (mensurável): qual o resultado esperado?
  • attainable (atingível): é possível atingir essa meta?
  • relevant (relevante): ela pode de fato fazer alguma diferença?
  • time-based (temporal): qual o prazo para sua execução?

Vamos a um exemplo prático da criação de uma meta SMART focada na aprovação em um concurso público. Observe!

Um candidato que tenha interesse em uma das vagas de agente de tributos do SEFAZ, sabendo que o concurso está prestes a sair, percebe que deve intensificar seus estudos. Seu principal objetivo nessa fase poderia ser algo como: estudar 4 horas por dia até a semana da prova. Essa frase representa o “S” da palavra SMART.

Para completar a sequência do acrônimo, temos mais 4 letras. Portanto, uma boa meta que contemple todas as especificidades de uma meta SMART poderia ser representada pela seguinte frase:

Ser aprovado no concurso da SEFAZ, estudando 4 horas por dia, 6 dias da semana, até a semana da prova. A cada 7 dias, fazer um simulado para testar meus conhecimentos e reavaliar o que precisa ser estudado com mais afinco.

Essa é uma meta específica, pois diz claramente o que se deseja alcançar. Mensurável, pois a aprovação é a métrica que avalia se a meta foi alcançada, bem como as avaliações semanais, que verificam o aprendizado. Além disso, ela é relevante ao candidato, atingível e, principalmente, temporal, pois tem um prazo para ser alcançada.

É possível, ainda, apostar em outras estratégias de criação de metas e de planejamento ou, até mesmo, criar as suas próprias. Vale pesquisar e testar todas as possibilidades antes de eleger uma favorita!

Planejar os estudos

Com as metas — que podem ser de curto, médio e longo prazos — bem especificadas, é hora de planejar! O planejamento dos estudos é fundamental para que o estudante saiba exatamente o que, quando, como, onde e por que estudar.

Como cada pessoa tem uma rotina e estilo de vida diferente das outras, é necessário entender algumas questões antes de criar um cronograma de estudos (que é nossa próxima dica, inclusive), como:

  1. o que será estudado (disciplinas, conteúdos extras etc.);
  2. quando estudar (melhores dias e horários);
  3. como é a rotina do estudante e o que pode ser feito para ele ter mais tempo;
  4. qual é o melhor local para estudar (que seja calmo e confortável);
  5. qual é o porquê desse estudo (realização de um sonho, melhorar de vida etc.).

Montar um cronograma de estudos

As informações analisadas cuidadosamente nas dicas anteriores vão servir de guia para esta dica. Isso porque, em um quadro de estudos, dados relacionados ao tempo disponível ou às matérias que serão estudadas são as primeiras coisas a serem anotadas.

Ao montar um cronograma de estudos, tenha em mente também que imprevistos podem acontecer, e é importante deixar alguns períodos vagos na agenda para encaixar tarefas não realizadas.

Refazer provas anteriores

Além disso, vale incluir em um cronograma de estudos momentos específicos para refazer provas anteriores relacionadas à vaga ou à área escolhida. Essas provas podem ser facilmente encontradas na internet.

Se possível, realize a prova simulando as mesmas situações que seriam vivenciadas na aplicação real dela: tempo de duração, ambiente silencioso e sem interrupções, entre outras.

Melhorar a produtividade

Muitas vezes, os estudos não rendem por falta de produtividade. Isso não quer dizer que essa questão não possa ser melhorada — pelo contrário! Aplicativos para celular, como o Flipd, bloqueiam outros aplicativos com a finalidade de evitar distrações para os estudantes mais conectados.

E para aqueles que não conseguem manter a concentração em uma coisa só por muito tempo, investir na técnica Pomodoro pode ser a solução. A ideia é realizar apenas uma atividade com concentração total por 25 minutos e só recomeçá-la após 5 minutos de descanso.

Manter a motivação e a resistência

Por último, e tão importante quanto todas as outras dicas, manter a motivação e a resistência é fundamental. Como a concorrência é grande — e as exigências também —, esse processo que vai dos estudos à aprovação pode ser longo.

No entanto, é sempre importante lembrar que é totalmente possível passar em concurso público e ter uma carreira de sucesso na área. Basta preparar-se bem, manter uma rotina de estudos que seja saudável e, claro, contar com o apoio especializado de profissionais que estejam de fato empenhados em ajudar.

Por esse motivo é tão importante se automotivar sempre, para não perder aquele impulso inicial e manter a resistência até o fim — ou seja: até a tão sonhada aprovação.

Foi um excelente conteúdo, não acha? Pois saiba que, com essas dicas, já é possível começar a preparar-se ainda hoje para um concurso na Bahia. Comece com a definição do que você quer — no caso, qual a vaga dos seus sonhos e a graduação que ela exige — e não desista até conseguir sua aprovação, podemos combinar assim?

Gostou do artigo? Se ele foi útil para você, também pode ser para outras pessoas. Ajude a fazer com que ele chegue a mais estudantes: compartilhe-o em suas redes sociais!

Fonte: LFG. Notícias de Concursos. Acesso em: 20 de abr. 2020

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

cursos da unime

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.