Como foi o crescimento econômico do Nordeste nas últimas décadas?

imagem representando crescimento econômico

É interessante notar o crescimento econômico do Nordeste nas últimas décadas. De acordo com um artigo do site Valor Econômico, a expectativa é que o Produto Interno Bruto (PIB) nordestino avance em 2,9% em 2020 — mais alto que o do Brasil, que fica em 2,2%. Sim, “bons ventos” sopram na economia dessa grande e importante região brasileira.

Mas como o Nordeste atingiu essa fase de crescimento econômico? Quais são os setores que mais empregam e fomentam esse progresso? Neste artigo, abordaremos tais questionamentos. Acompanhe os próximos tópicos!

Como ocorreu o crescimento econômico no Nordeste nas últimas décadas?

Entre os setores que mais impulsionaram o crescimento econômico do Nordeste nas últimas décadas, estão a agricultura e a tecnologia. Falando sobre esse último, um artigo do portal UOL mostrou alguns estados nordestinos que investiram no setor. Por exemplo, Sergipe fez parcerias com a IBM, a Amazon e a Microsoft para disponibilizar serviços em nuvem a pequenas e médias empresas.

Já no Ceará, em 2018, o governo injetou quase R$ 2 bilhões na área de tecnologia da informação (TI) para projetos ao longo de 10 anos. Outra evidência da prosperidade desse setor são os parques tecnológicos, como o Porto Digital, em Pernambuco, e o SergipeTec, em Sergipe. Com certeza, a tecnologia no Nordeste ainda dará muitos resultados positivos para a economia da região.

Para isso, ela precisa, é claro, de mão de obra especializada. Nesse contexto, investir em graduações como de Análise e Desenvolvimento de Sistemas (disponível nas modalidades semipresencial e a distância) ou Engenharia da Computação é uma boa escolha.

Um segundo setor que contribuiu muito para a economia da região Nordeste é a agricultura. De acordo com o Diário Econômico ETENE (DEE), publicado pelo Banco do Nordeste, a região tem 8,1% de participação na produção de grãos no Brasil. Grande parte dessa porcentagem é preenchida pelo estado da Bahia, que contribui com 42,4%.

Ainda segundo esse estudo, a perspectiva para os próximos anos deve acompanhar o crescimento visto nos períodos anteriores. Isso porque culturas importantes, como o feijão, o milho, o algodão e a mandioca, projetam expansão de produção. Novamente, mãe de obra qualificada faz a diferença. O curso de Agronomia, por exemplo, é um diferencial importante nesse contexto (e está disponível na modalidade semipresencial).

Em vista do aquecimento da economia, o emprego no Nordeste entrou em uma boa fase de ascensão. Sendo assim, aumentaram as oportunidades de trabalho para profissionais com ensino superior em diversas áreas, levando pessoas de várias partes do Brasil a se mudaram para a região.

Quais são as perspectivas econômicas da região?

Além das áreas citadas (agricultura e tecnologia), o Nordeste tem outros setores em expansão, como o turismo, a indústria e a agropecuária. No caso do turismo, o belo litoral e a infraestrutura de serviços atraem visitantes nacionais e internacionais para as várias cidades. Alguns ficam tão encantados que decidem morar no Nordeste.

Quanto à indústria, o Nordeste tem, pelo menos, três grandes polos industriais: o Suape, em Pernambuco; o Pecém, no Ceará; e o Camaçari, na Bahia. Esses aglomerados empresariais contribuem muito para a elevação do PIB desses estados. Devido a isso, o PIB da Bahia chegou a mais de R$ 268 milhões — dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Por fim, a agropecuária nordestina recebeu destaque no Censo Agropecuário do IBGE apresentado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). De acordo com esses números, os rebanhos da região cresceram em 18,38%, chegando a 7,6 milhões de cabeças. Com isso, o Nordeste foi a única região nacional a registrar um crescimento nos rebanhos no período em que a pesquisa foi realizada.

Sem dúvidas, o Nordeste é um lugar cheio de boas oportunidades. Para encontrar algumas delas, basta acessar o Canal Conecta — uma plataforma que integra profissionais e empresas e é exclusiva dos alunos aqui da Unime. Nós temos as melhores graduações da Bahia, com unidades em Salvador, Itabuna e Lauro de Freitas. Com essa ponte, garantimos o sucesso na carreira de quem deseja crescer junto com o Nordeste.

O que achou de nosso artigo? Entendeu sobre o crescimento econômico do Nordeste nas últimas décadas? Quer estudar na Bahia? Então, descubra como escolher uma faculdade EAD no estado!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 5

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

cursos da unime

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.