5 dicas para se adaptar ao mudar de cidade para fazer faculdade

fazer faculdade em outra cidade

Enfrentar desafios é uma consequência esperada para toda pessoa que diz “quero fazer faculdade em outra cidade”. Normalmente, vários são os fatores envolvidos: passar um tempo longe da família, encontrar uma moradia, ter que se adaptar à nova vizinhança, administrar as contas, fazer amizades, entre outros.

De fato, essa é uma fase cheia de mudanças e capaz de deixar o estudante um pouco perdido na sua nova realidade. Pensando nisso, listamos algumas dicas que vão ajudar a facilitar esse momento. Quer saber o que fazer? Confira as sugestões a seguir!

1. Encontre grupos online de universitários da região

A internet é uma ótima ferramenta não só para manter o contato com as pessoas que vão ficar distantes de você, mas também para fazer amizades. Nesse caso, a dica é procurar grupos de universitários da região nas redes sociais a fim de tentar uma aproximação e construir novas relações.

Muitos deles podem estar passando por uma fase semelhante, e essa atitude pode ocasionar bons encontros. Ainda que o início seja no mundo virtual, nada impede que o relacionamento passe para a vida real, não é verdade?

Mesmo que a amizade fique restrita à internet, não deixe de aproveitar essa companhia. Aproveite para pedir indicações de lugares para visitar, de opções de moradia ou de estágio, e até dicas relacionadas ao mercado de trabalho. Pessoas legais sempre rendem boas trocas!

2. Procure as opções de lazer da cidade

Chegar em um lugar totalmente novo vai exigir uma boa dose de dedicação para que você conheça todos os cantos da cidade até escolher quais são os seus preferidos. Porém, faça o exercício de perceber o desconhecido como algo positivo (ao contrário de intimidador) e embarque na aventura de explorar as opções disponíveis.

Organize as suas semanas tentando incluir roteiros distintos até conhecer praticamente tudo que está ao seu redor. Sabe aquela história de fazer um trajeto diferente a cada dia? Caminhe pelo seu bairro e vá além quando tiver mais tempo livre.

Assim, aos poucos, você vai reconhecer os lugares mais legais para frequentar e se divertir. Procure pontos turísticos, praças, parques, museus, clubes e, claro, estabelecimentos comerciais que atendam aos seus gostos, como uma boa sorveteria para passear em um domingo ou um cinema perto de casa.

Quem mora perto da praia tem uma opção a mais de lazer, e esse é um benefício de optar por esse tipo de destino. Por isso, vale conhecer as melhores cidades para morar aqui no Nordeste.

Outra dica é procurar saber a programação do município e da região. Eventos culturais e feriados locais costumam gerar uma movimentação interessante, inclusive com a chance de entretenimento grátis.

3. Planeje os gastos por semana

Sair de casa é aprender a assumir responsabilidades, muitas delas que até então eram inexistentes. Por exemplo, cuidar das finanças é essencial para não se complicar e acabar sem dinheiro.

Por mais que a pessoa já tenha certa experiência em administrar os seus gastos, vale lembrar que a realidade de morar sozinho é diferente. Nem sempre há comida disponível em casa, os materiais de limpeza precisam ser repostos frequentemente, imprevistos podem acontecer a qualquer momento, entre outros detalhes que geralmente são resolvidos pelos donos da casa.

Logo, se você saiu ou está pretendendo sair da casa dos seus pais, saiba que esse tipo de preocupação deve fazer parte do seu cotidiano — e organizar as suas finanças será indispensável para não passar aperto.

Uma alternativa que pode facilitar tudo isso é planejar os gastos semanalmente. Todas as despesas devem ser consideradas, como transporte, alimentação e contas básicas da casa (aluguel, energia, internet, limpeza etc.).

Não abra mão de uma reserva

É sempre bom também ter uma reserva para os extras que já são esperados (como uma viagem de volta para casa ou a diversão do fim de semana) e para aqueles imprevistos (como ter que comprar um livro para a faculdade ou fazer um conserto doméstico).

Crie um cronograma ou faça anotações para não se esquecer das datas dos pagamentos e para administrar o dinheiro. O que importa é evitar o descontrole.

4. Programe períodos certos para voltar para casa

Fazer faculdade em outra cidade exige uma certa programação para voltar para casa, não é mesmo? Ainda mais se a distância for grande. Não só por motivos financeiros, mas pelo planejamento da rotina de estudos e para não perder as aulas.

Além do mais, a ideia é que o retorno seja bem aproveitado para curtir a família e os amigos, matar as saudades e descansar um pouco. Por isso, abra o calendário escolar e tente definir com antecedência as suas “folgas”. Aliás, isso deve ajudar em todos os sentidos, desde a compra de passagens mais baratas até conseguir reunir o máximo de pessoas na sua cidade natal quando você voltar.

5. Crie uma rotina de estudos em locais públicos

Se a sensação de solidão aparecer, uma possibilidade para não se sentir tão sozinho no dia a dia é encontrar locais públicos para estudar. Pode parecer estranho ficar à toa em qualquer lugar, como em uma praça ou em um restaurante — sem contar que os compromissos com os estudos não podem ser deixados de lado.

Então, nada melhor do que unir o útil ao agradável e aproveitar o tempo estudando em um ambiente mais movimentado. Bibliotecas, coworkings, cafés ou até a própria faculdade são ótimas opções para isso. Em vez de ficar fechado dentro de casa, inclua na sua rotina um tempo para frequentar um espaço desses e leve o seu material para estudar.

Enfim, a decisão de “quero fazer faculdade em outra cidade” deve ser encarada com mais naturalidade, sem focar somente as dificuldades. Afinal, elas existem em qualquer circunstância, e viver essa experiência de estudar em outra cidade é uma grande chance de crescimento pessoal. Com o tempo, você vai sentir que amadureceu e que é maravilhoso construir a sua própria história.

E aí, o que você achou das dicas? Se você tem esse objetivo de sair de casa para estudar e descobrir novas oportunidades, considerar a ideia de ir para a Bahia. Leia nosso artigo com 7 motivos para fazer as suas malas e mudar-se para esse estado!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

cursos da unime

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content