Qual é o valor da mensalidade de Medicina? Saiba como pagar menos

estudantes de medicina

Quem tem o sonho de passar no vestibular de Medicina já sabe que precisa se dedicar bastante aos estudos; afinal, o curso está entre os mais concorridos do país. E para quem pretende ingressar em uma faculdade particular, ainda há outra preocupação: conseguir arcar com as mensalidades de Medicina.

Escolher uma carreira na área da Saúde significa trabalhar em um setor dinâmico, com alta empregabilidade, e ser bem remunerado. No entanto, seus cursos costumam ter um custo elevado, especialmente em instituições privadas. Mas existem maneiras de reduzir as despesas e deixar os estudos um pouco mais acessíveis.

Quer entender por que o curso de Medicina é caro e como reduzir esses custos? Continue acompanhando este conteúdo que preparamos aqui no blog da Unime. Veja a seguir os tópicos abordados:

  • qual é o valor médio da faculdade de Medicina;
  • por que optar por uma faculdade particular;
  • quais descontos podem ser conquistados;
  • como funcionam os financiamentos estudantis.

Vamos lá?

Qual é o valor médio da faculdade de Medicina?

O curso de Medicina tem duração de seis anos, em média. Ao longo desse período, os alunos estudarão várias disciplinas teóricas e práticas. Além dos cursos de laboratório, os alunos também vão realizar estágios supervisionados em hospitais e em clínicas. Por isso, a estrutura necessária para um curso desse tamanho afeta o custo mensal a ser pago.

Essa é uma das razões pelas quais as mensalidades do curso no Brasil são as mais altas. Embora os preços variem de instituição para instituição, a taxa mensal fica entre R$ 5.000 e 12.000. 

Uma boa alternativa para quem busca meios acessíveis e flexíveis de educação superior são os cursos a distância (EAD). No entanto, o MEC (Ministério da Educação) ainda não autorizou a oferta de graduações em Medicina na modalidade de ensino EAD. Então, o curso de Medicina é integral e presencial.

A razão para essa faculdade custar tão caro é porque as instituições precisam investir muito dinheiro em infraestrutura e em corpo docente qualificado. O curso conta com muitas atividades em laboratórios, consultórios e clínicas, equipados com materiais caros, desenvolvidos com alta tecnologia — e, em sua maioria, importados.

Um bom exemplo é um protótipo humano que simula a função de um paciente real. Microscópios de alta precisão, compostos químicos e produtos farmacêuticos ajudam a aumentar esse número. A equipe de professores também é cara para as faculdades. São profissionais experientes, especializados em diferentes áreas médicas e bem-remunerados no mercado.

Por que optar por uma faculdade particular?

Hoje, muitas faculdades privadas ganharam reputação no mercado e destacam-se na avaliação do MEC. Sem mencionar que essas instituições geralmente oferecem vários cursos, métodos de ensino e infraestrutura de ponta, a fim de atender às principais necessidades dos alunos.

Além disso, essa opção pode ser a solução para quem deseja obter oportunidades de estágio profissional em áreas específicas de atuação da Medicina, pois as faculdades privadas têm uma ligação bem mais próxima com o mercado de trabalho e suas tendências.

Aqui na Unime, os nossos alunos têm acesso exclusivo ao portal de vagas Canal Conecta — uma ajuda e tanto na conexão com importantes hospitais e grandes empresas para ocupar postos na área de Medicina do Trabalho, por exemplo.

Tudo isso com alta qualidade e excelência de ensino. Portanto, veja abaixo mais alguns bons motivos para estudar em uma faculdade particular.

Infraestrutura de qualidade

É exatamente por causa da qualidade da infraestrutura que muitas pessoas escolhem faculdades privadas. Os edifícios, salas de aula, laboratórios, banheiros e outros espaços públicos são geralmente novos e muito bem-conservados.

Além disso, as instalações são limpas e confortáveis — um atributo necessário para otimizar o processo de aprendizado. Geralmente, as faculdades particulares têm prestado atenção à melhoria de seu espaço, fornecendo materiais e equipamentos que incentivam os alunos a melhorar seu desempenho acadêmico.

Aqui na Unime, devido à nossa preocupação com a prática, os laboratórios recebem atenção especial. Por aqui, você contará com:

  • Laboratório Morfofuncional;
  • Laboratório Multidisciplinar;
  • Laboratório de Habilidades Médicas;
  • Laboratório de Microscopia.

Isso agrega mais valor à experiência e ao treinamento dos futuros médicos.

Corpo docente especializado

As faculdades particulares recrutam professores com base em sua experiência profissional e desempenho em sala de aula. Em outras palavras, os profissionais devem ser bem-treinados a fim deter habilidades suficientes para fornecer métodos de ensino diferenciados e atraentes. Caso contrário, o gerenciamento da instituição poderá desconectá-lo do corpo docente e da equipe.

Isso garante que os alunos recebam educação de qualidade, aumentando as oportunidades de desenvolvimento em suas áreas profissionais. Os professores fazem contribuições significativas para manter os alunos informados quanto às últimas notícias e novidades da área médica.

Grade curricular segmentada

A estrutura da grade curricular visa garantir o treinamento dentro do tempo recomendado, sem abrir mão de uma qualificação profissional mais alta. Vale lembrar que o aluno é a pessoa mais responsável em seu processo de aprendizagem: tudo depende do grau de investimento pessoal e dedicação ao estudo.

Conexão com a prática da profissão

Outro benefício das instituições privadas é que elas têm menos métodos apenas teóricos, e focam a prática da profissão. Portanto, o objetivo é conectar-se diretamente às principais demandas da área médica. Aqui na Unime, trabalhamos com o sistema PBL, do inglês Problem Based Learning ou Aprendizagem Baseada em Problemas. Ou seja, a aprendizagem é totalmente definida e baseada no estudo de problemas e casos reais.

Além disso, há uma preocupação em investir recursos a fim de proporcionar outras experiências importantes na graduação — como estágios, congressos, cursos de treinamento etc. Isso ajuda os alunos a experimentar atividades regulares em sua área e melhorar ainda mais o currículo.

Possibilidades reais de networking

Construir uma rede de contatos sólida durante a graduação é uma das maneiras de aumentar as chances de sair da faculdade com boas oportunidades de trabalho. Então, em uma instituição particular, você terá contato diário com colegas e professores ativos no mercado de trabalho, muitas vezes, atuando em diferentes segmentos da Medicina.

Além disso, a convivência com essas pessoas traz ricos aprendizados com relação à dinâmica do mercado e aos desafios da Medicina, deixando você mais preparado para esse momento.

Garantia de formação em tempo hábil

Nas faculdades privadas, não há risco de greves, o que permite que os alunos se formem dentro do tempo planejado. Por outro lado, em instituições públicas, os estudantes têm mais incerteza sobre quando vão concluir o curso.

Isso pode atrapalhar os planos de começar a sua atuação enquanto médico, como participar de processos seletivos para residência médica. Portanto, recomenda-se considerar isso com muito cuidado antes de escolher uma faculdade para garantir que a formação seja finalizada no momento correto, e você não perca oportunidades. Isso é especialmente importante em Medicina, cujo tempo de formação já é naturalmente mais longo.

Quais descontos podem ser conquistados?

Conforme dissemos inicialmente, é possível reduzir as mensalidades de Medicina e tornar o curso mais acessível. Uma das maneiras de conseguir reduções é por meio de programas de bolsas ou descontos, como uma bolsa de Medicina no Prouni (Programa Universidade para Todos).

No caso das bolsas de estudo, elas podem ser integrais, de 100%, ou parciais, de 50%. Confira a seguir mais detalhes sobre o Prouni e outras formas de conseguir descontos no curso.

Desconto com o Prouni

O Prouni é um projeto do governo federal liderado pelo MEC. Atualmente, é um dos maiores distribuidores de bolsas do país. Para solicitar esse benefício e cursar Medicina, as partes interessadas devem acessar o site do Prouni e registrar-se gratuitamente. Os estudantes pesquisam as faculdades que oferecem o curso e preenchem os dados necessários para se inscrever.

O número de registro e a senha do último Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) são as principais informações para a inscrição, pois o programa usa a pontuação do Exame para classificar os candidatos. Para participar, é preciso seguir os seguintes requisitos:

  • não ter um diploma de graduação;
  • ter participado da versão mais recente do Enem com uma pontuação média de, pelo menos, 450 pontos;
  • não ter zerado a redação.
  • ter estudado o ensino médio em escola pública ou em escolas particulares como bolsista.

Outro requisito para participação é a renda familiar mensal total. Para bolsas integrais, a renda não pode ultrapassar 1,5 salário mínimo per capita (por pessoa). No caso de bolsas parciais de 50%, a renda deve ser de até 3 salários mínimos per capita.

O Prouni é realizado duas vezes por ano, geralmente no primeiro e no segundo semestre. O registro fica aberto apenas por alguns dias; portanto, preste muita atenção ao calendário do MEC.

Desconto com o Amigo Vale-Prêmio

O Amigo Vale-Prêmio é um programa de indicação oferecido por diversas faculdades privadas, no qual um aluno pode recomendar alguém para estudar com ele na mesma instituição de ensino. Se ele atender às condições prescritas para cada indicação, poderá obter descontos na mensalidade.

A Unime, por exemplo, é uma das faculdades privadas que oferecem esse benefício. Para participar, o estudante deve estar matriculado no curso de Medicina, acessar o site Amigo Vale-Prêmio, validar seu CPF e indicar, no mínimo, 1 amigo seguindo as regras vigentes. Na prática, o programa funciona da seguinte forma:

  • convide quantos amigos quiser para estudar com você;
  • cada amigo indicado receberá um voucher para a inscrição via e-mail ou SMS e precisará aceitar o convite;
  • para cada amigo matriculado, você recebe descontos nas mensalidades;
  • as premiações equivalem a R$ 100 por amigo indicado e matriculado, limitado até o custo total da mensalidade.

Vale destacar que todos os amigos indicados que aceitarem se matricular recebem a isenção da taxa de matrícula. As indicações concluídas e aceitas até o dia 19, terão os descontos aplicados no mês seguinte. Para aquelas finalizadas a partir do dia 20, os descontos serão validados no próximo mês.

Como funcionam os financiamentos estudantis?

Além das bolsas e dos descontos, também é possível conseguir um financiamento estudantil para reduzir as despesas da faculdade de Medicina. Esse tipo de empréstimo oferece oportunidade de cursar o ensino superior a pessoas que não podem pagar mensalidades nas faculdades particulares.

As principais formas de financiamento são por meio do FIES (Fundo de Financiamento Estudantil) ou por subsídios oferecidos pelas instituições financeiras ou pela própria faculdade.

Em qualquer um dos casos, o objetivo deste fundo é reduzir suas mensalidades enquanto você ainda estuda. Após se formar, o estudante deverá pagar o valor do empréstimo de volta para o órgão com o qual negociou o benefício. Veja a seguir mais detalhes dessa possibilidade.

Saiba quem pode solicitar um financiamento

Os requisitos para solicitar esse crédito variam amplamente. Eles dependem do método a ser buscado e das características de cada programa. No entanto, um aspecto em comum é que você precisa ser admitido em uma instituição de ensino superior privada.

Em seguida, é necessário considerar os padrões socioeconômicos e os requisitos da entidade que fornecerá a doação. Veja abaixo os detalhes de cada programa.

FIES

Exclusivo para alunos com renda familiar de até 2,5 salários mínimos, que tenham feito o Enem e obtido a nota mínima de 450 pontos, não tenham zerado a redação e estejam na primeira graduação.

Por meio do programa, você pode financiar qualquer curso oferecido pela faculdade escolhida. Porém, em geral, os cursos de Medicina, Engenharia e Licenciaturas são as áreas prioritárias — o que é uma boa notícia se você pretende investir na graduação em Medicina com o FIES. Porém, como Medicina é um curso bem concorrido, quanto maior a sua nota, maiores as chances de conseguir o financiamento.

O contrato é único, mas o FIES determina uma porcentagem de financiamento diferente com base na renda especificada no registro. A porcentagem de financiamento das mensalidades varia de 10% a 100%.

Você pode calcular a sua com base na renda familiar total de cada pessoa e no grau de compromisso salarial relacionado à mensalidade do curso.

Instituições financeiras e de ensino

As condições de financiamento em bancos e em instituições de ensino costumam ser mais flexíveis, pois as restrições para a solicitação são menores. Aqui, o foco principal está na situação financeira do candidato, ou seja, ele deve provar que precisa dessa bolsa para ir para a faculdade.

Na inscrição, alguns documentos do aluno, de seu responsável e de um fiador devem ser apresentados. Com base nisso, é avaliada a viabilidade econômica da família para verificar a probabilidade de a parcela com desconto ser paga. Se quiser garantir que você atende aos padrões exigidos, é recomendável consultar os regulamentos da instituição, pois os requisitos podem variar.

As instituições financeiras também fornecem financiamento para estudantes. Geralmente, os alunos devem ser clientes do banco em questão e ter um bom histórico de crédito. Outra possibilidade é o estabelecimento de parcerias entre bancos e as faculdades para facilitar esse processo. Por exemplo, nesse caso, você pode pagar apenas metade da taxa de matrícula, e o restante é pago após a graduação.

A desvantagem desse método é a maior taxa de juros, que pode atingir 28% ao ano. Portanto, recomenda-se avaliar os bancos que oferecem as melhores condições de crédito.

Conheça as vantagens dos financiamentos estudantis

Depois de entender como os financiamentos estudantis funcionam, confira as maiores vantagens de utilizá-los para investir em sua formação superior.

Acesso a IES de qualidade

As mensalidades de Medicinas não são nada baratas, e você já viu por aqui os motivos pelos quais isso acontece. Quanto mais prestigiada for a instituição, mais caro será o curso. Então, recorrer aos financiamentos estudantis pode ser a porta de entrada que possibilitará a sua formação em uma faculdade de qualidade. Afinal de contas, a maioria dos programas de financiamento só concedem bolsas para os cursos bem-avaliados no MEC, ou seja, com nota superior a 3.

Taxas de juros reduzidas

As taxas de juros dos financiamentos geralmente são muito baixas. Por exemplo, comparado ao financiamento imobiliário, podemos ver que a taxa de juros podem subir de 8% para 11% a cada ano. Para os alunos, essa proporção é de cerca de 6%. Quando falamos de estudantes de baixa renda, essa redução de taxa é ainda mais. Contudo ainda é essencial estudar cada “letrinha miúda” citada no contrato. Assim, você saberá exatamente como todas as taxas serão aplicadas.

Prazos confortáveis de pagamento

Outra vantagem do financiamento é que você pode pagar pela graduação com mais tranquilidade. Por exemplo, no FIES, o pagamento começa apenas após a conclusão do curso. Isso proporciona aos alunos um planejamento financeiro melhor, facilitando a organização durante o período de graduação. No entanto, é importante lembrar que cada programa tem um prazo de pagamento diferente, por mais flexível que seja. Portanto, verifique essas informações antes de assinar o contrato.

Veja como ser aprovado no financiamento escolhido

Desde que você atenda aos requisitos da agência financiadora (pública ou privada), pode receber o benefício do financiamento. À medida que os requisitos para a inscrição em Medicina com o FIES se tornam mais rígidos, os fundos de bancos ou instituições de ensino tornam-se mais viáveis.

De qualquer forma, é necessário seguir alguns cuidados para aumentar a possibilidade de seu crédito ser aprovado. Veja abaixo algumas dicas para alcançar esse objetivo.

Analise seu orçamento

É importante, antes de fazer uma solicitação, analisar suas receitas e despesas com transporte, moradia, alimentação, livros, entre outros, pois tais gastos não estarão incluídos no financiamento.

Comprove renda suficiente

É necessário comprovante de renda para obter qualquer crédito da faculdade. E importante ter, pelo menos, o dobro da mensalidade.

Dessa forma, fica mais fácil obter aprovação, porque seu salário é menos afetado, e é menos provável que você se torne inadimplente. Além disso, verifique se a parcela a ser paga atualmente é adequada ao orçamento e que, se ainda houver dívidas no futuro, você também poderá quitá-las.

Tenha o nome limpo

Ao solicitar financiamento, os estudantes, seus representantes legais e fiadores não devem ter nomes negativados. Verifique, então, que não haja restrições nos sites de serviços de proteção ao crédito, como SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) e Serasa. Este é um passo importante na análise da aprovação do empréstimo. Você precisa garantir que não haja obstáculos.

Seja um bom pagador

Apresentar um bom registro de pagamento pode aumentar suas chances de conseguir um financiamento para os estudos. Além de comprovante de salário, como contracheque, você pode reforçar o seu histórico de bom pagador por meio de:

  • Decore (Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos) emitido pelo contador;
  • Declaração de Ajuste Anual de Imposto de Renda (DIRPF) fornecido pela Receita Federal;
  • extrato bancário;
  • movimento financeiro;
  • extrato de cartão de crédito.

Além disso, comprovar que você paga empréstimos em dia também ajuda a garantir o financiamento. Aqui, os valores relacionados a cheque especial, qualquer tipo de crédito, cartão de crédito etc. são válidos. Você pode solicitar esse relatório de pagamento ao seu gerente de banco.

Faça um Cadastro Positivo

Este é um serviço prestado por empresas de proteção de crédito, como as já citadas, para permitir que bancos e as instituições descubram que seus pagamentos de contas estão sendo realizados normalmente. O objetivo é provar que não há atrasos nos pagamentos mensais, o que aumenta a chance de aprovação do seu financiamento.

Essas são as principais formas de reduzir as mensalidades de Medicina e tornar esse curso uma possibilidade real para quem tem o orçamento limitado. Além de pesquisar sobre as formas de desconto, você também deve escolher uma faculdade bem-avaliada pelo MEC antes de se candidatar aos benefícios. 

A Unime é uma das melhores faculdades de Medicina no Nordeste, localizada em Lauro de Freitas, que oferece inúmeros programas de bolsas e descontos para seus estudantes.

A instituição conta com apoio personalizado ao aluno, excelente sistema de ensino atualizado e foco no mercado de trabalho. Além disso, temos parceria com diversos hospitais da região, como o Hospital Aeroporto e Hospital Jorge Valente, avaliação continuada e o já citado Canal Conecta — garantindo um excelente custo-benefício da mensalidade do curso de Medicina.

Gostou deste conteúdo? Então, entre em contato com a Unime e comece já a construir a sua carreira de sucesso como profissional graduado em Medicina!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 4

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

cursos da unime

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.